A CONSTRUÇÃO CIVIL E A GESTÃO DO CONHECIMENTO

Avaliação da Gestão das Empresas Construtoras de Pequeno e Médio Porte de Curitiba quanto ao Nível de Aderência às Práticas de Gestão do Conhecimento


Considerando-se a importância da indústria da construção para o país é importante conhecer as práticas de gestão do conhecimento que são atualmente utilizadas e como estas práticas podem ser melhoradas de forma a apoiar a melhoria da produtividade. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a gestão das empresas construtoras de pequeno e médio porte de Curitiba quanto ao nível de aderência às práticas de Gestão do Conhecimento, por meio da realização de um diagnóstico, conforme modelo proposto no Guia Europeu de Boas Práticas de Gestão do Conhecimento. Este guia estabelece cinco atividades do conhecimento, sendo elas: identificação, criação, armazenamento, compartilhamento e uso. A pesquisa é classificada como: quantitativa, aplicada, descritiva, e quanto ao procedimento de pesquisa, como survey. Obtém respostas de 32 empresas e 45 respondentes entre Direção e Colaboradores. São considerados como Colaboradores os profissionais das áreas de Qualidade ou Engenharia. Os resultados demonstram que há compatibilidade das respostas entre a Direção e Colaboradores, sendo estas aderentes ao tema. Comparando-se os resultados deste estudo com outros estudos que utilizaram a metodologia proposta por Bukowitz e Williams (2002), considerando-se apenas o processo tático, percebeu-se uma aderência, em média, 6,7% maior obtida pelas empresas construtoras. Se considerada a média geral, incluindo o processo estratégico, a diferença foi ainda maior, com diferença de 9,3%.


Quer saber mais? Lei o artigo completo aqui.

Artigo GC na CC
.pdf
Download PDF • 564KB

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • LinkedIn - Staidel Consultoria
  • Facebook - Staidel Consultoria
  • Instagram - Staidel Consultoria
  • Asset 2Telegram
Inkoust_logos.png

© 2020-21 STAIDEL SOLUÇÕES EM GESTÃO EMPRESARIAL

by INKOUST® MARKETING & TECHNOLOGY