CORONA VIRUS x SGQ: O QUE O CORONAVÍRUS TEM A VER COM O SEU SGQ?

Atualizado: Jul 6

Vamos falar um pouco sobre análise de contexto. Alguém já ouviu alguma dessas frases?


· O que o SGQ tem a ver com a gestão da empresa?

· Gestão do negócio não tem nada a ver com Gestão da Qualidade.

· PBQP-H... É aquele negócio que implantaram lá na obra....



Eu já ouvi muitas vezes. Então vamos falar um pouco sobre isso.

O pensamento de que a Gestão da Qualidade não faz parte da Gestão do Negócio é bastante antigo. De forma geral, o empresário tinha a ideia de que ele fazia a Gestão do seu Negócio e passava para alguém da base, implementar e manter o Sistema de Gestão da Qualidade/PBQP-H na obra.


Na verdade, nunca deveria ter sido assim e com a mudança da ISO 9001:2015 e a revisão do Regimento SIAC:2018, a coisa mudou definitivamente.

A revisão das normas trouxe um novo requisito chamado CONTEXTO DA ORGANIZAÇÃO. Neste requisito a norma traz a obrigação da empresa determinar questões internas e externas que sejam pertinentes para o seu propósito e para seu direcionamento estratégico e que afetem sua capacidade de alcançar o(s) resultado(s) pretendido(s) do seu SGQ.

E o que significa isso?


Que a empresa deve estar atenta ao que acontece dentro e fora da empresa e que impacta no seu negócio.

E o que seriam as questões internas? Nada mais do que seus pontos fortes e pontos fracos.

E as questões externas? Questões externas, são oportunidades e ameaças que existem no mercado.


A partir dessa avaliação, a empresa chegará no seu posicionamento estratégico e a partir daí poderá definir as ações necessárias.


A empresa pode fazer isso por conta própria ou contratar uma consultoria especializada para ajudar nesse processo.

Então considere que você fez a avaliação do ambiente interno, ambiente externo, chegou na sua estratégia, definiu as ações necessárias. O assunto está resolvido? Vale por quanto tempo?


Nas minhas andanças pelas empresas, já vi inúmeras vezes, a empresa contratar consultoria especializada, fazer um trabalho bacana de planejamento estratégico e achar que tudo estava pronto e que o trabalho tinha acabado.


Já vi empresas, que após tudo pronto, com um relatório lindo, não fez nada mais pelos próximos 3 anos...


Será que há algum problema nessa situação?

A norma diz que a empresa deve monitorar e analisar criticamente informação sobre essas questões externas e internas.


Como assim? Para responder essa pergunta, basta pensarmos na situação que estamos vivendo hoje...


Será que o CORONAVIRUS mudou alguma coisa na vida das empresas e das pessoas?

Aqui temos mudanças no ambiente externo que gerou mudanças no ambiente interno.

As empresas precisam monitorar os acontecimentos, analisar criticamente a situação, para que possam tomar decisões e traçar novas estratégias.

E aí com essa situação já podemos responder à pergunta que não quer calar: A cada quanto tempo precisamos revisar nossa análise de contexto? Pode ser a cada 3 anos? Pode ser anual?


Você já deve saber qual a resposta, né? Com que velocidade o ambiente externo muda? Situação econômica, política e outras?

A norma não estabelece periodicidade, mas esta deve ser adequada as mudanças que acontecem. Não se prenda a uma regra.


MONITORE o ambiente interno e externo. FAÇA a análise crítica. TOME ações que vão gerar benefícios para o SEU NEGÓCIO.


Por Gizele Pires Staidel

Mestre em Engenharia Civil, Consultora e Auditora de Sistemas de Gestão

Quer saber mais sobre análise SWOT?

Leia o artigo: Diagnóstico de uma empresa de prestação de serviço de engenharia e avaliação de cenários e estratégias empresariais


Acesse nossa área de membros para receber mais novidades!

8 visualizações
  • LinkedIn - Staidel Consultoria
  • Facebook - Staidel Consultoria
  • Instagram - Staidel Consultoria
Inkoust_logos.png

© 2020 STAIDEL SOLUÇÕES EM GESTÃO EMPRESARIAL

by INKOUST® MARKETING & TECHNOLOGY